ICCyber 2012 chega ao segundo dia de debates sobre crimes cibernéticos

warning: strpos() expects parameter 1 to be string, array given in /home/iccyber/www/sites/all/themes/iccyber2012/templates/node.tpl.php on line 21.

Plenária sobre exploração infantil e proteção online foi destaque do segundo dia da ICCyber 2012

ICCyber 2012Os cerca de 700 inscritos na IX ICCyber - Conferência Internacional de Perícias em Crimes Cibernéticos, presenciaram um dia cheio de debates e discussões sobre os mais diversos temas relacionados a crimes cibernéticos.

O dia começou com três plenárias comandadas por especialistas estrangeiros. A Agente de inteligência do FBI, Marie Brown, falou sobre velhos esquemas de invasão cibernética e que ainda são utilizados hoje por meio de novas tecnologias. Jesse Kornblum, considerado o “guru” dos assuntos cibernéticos, palestrou sobre a ameaça à crianças vindas da pedofilia online. O assunto foi levado adiante na apresentação do inglês Andy Morling, Chefe de Gabinete do CEOP/Inglaterra – Child Exploitation and Online Protection Centre.
À tarde, os assuntos abordados foram: Ataque a Sites Governamentais; Troca de informações confidenciais; Evolução das Técnicas de Invstigação Digital, dentre outros.

Para ilustrar como os crimes cibernéticos são uma ameaça real, a Norton Symantec, uma das maiores empresas mundiais em segurança cibernética, divulgou um relatório com números que comprovam a importância dos debates promovidos pela ICCyber: a cada segundo, 18 pessoas são vítimas de algum tipo de crime cibernético no mundo. Ainda de acordo com o relatório, cerca de 46% da população mundial adulta, com acesso a internet, já foi vítima de ataques de hackers, malwares, roubos ou fraudes.

Esses números demostram a importância das pessoas tomarem precauções durante o acesso à internet. De acordo com o Delegado da Divisão de Crimes Eletrônicos da Polícia Federal, Carlos Sobral, “as pessoas devem ser cautelosas e se prevenirem contra esse tipo de ataque. Evitar acessar links de fontes suspeitas, compras online de fornecedores não confiáveis são alguns dos meios para evitar transtornos”. No entanto, Cabral avisa: “A Polícia está sempre se atualizando para reprimir esse tipo de ação criminosa. Este evento é uma prova disso. Não queremos e nem é preciso que as pessoas tenham medo de navegar internet, apenas cautela”, finalizou.

Tratando de assuntos extremamente atuais, a ICCyber 2012 traz discussões que apontam soluções, geram debates interessantes e movimenta diversos especialistas do meio. De acordo com Marcos Vinicius Lima, Perito em Computação Forense do Instituto de Criminalística Nacional e membro do Comitê Organizador do evento, “o balanço da conferência até agora é muito satisfatório. Mantivemos o alto nível das palestras e estamos tendo um ótimo feedback dos participantes”. Marcos ainda destacou as plenárias sobre proteção infantil e a participação do FBI. “Tenho que salientar as palestras ministradas pelos agentes do FBI, que têm sido bastantes interessantes. Além das plenárias de hoje (quinta-feira) sobre proteção à criança. É um tema importantíssimo”.

DESVENDANDO A COMPUTAÇÃO FORENSE”

Durante o segundo dia do evento, o livro “Desvendando a Computação Forense”, de Pedro Eleutério e Márcio Machado, foi promovido na Expo ICCyber, espaço dentro do evento, dedicado a exposições. Nesse livro, os peritos ensinam os conceitos, procedimentos e técnicas fundamentais nesta novíssima, intrigante e multidisciplinar área da computação, que é a Computação Forense. Utilizando uma linguagem simples e objetiva, os autores definem e detalham os tipos de exames periciais mais comuns em informática, incluindo exemplos de ferramentas que podem ser utilizadas e dicas práticas para a superação dos desafios presentes nessa área. A obra aborda as fases executadas durante esses exames, incluindo a correta preservação, coleta, análise e apresentação das evidências digitais com validade probatória em juízo.

O evento se encerra nesta sexta-feira, dia 28 de setembro, trazendo como destaques uma das plenárias mais esperadas do evento: “Sistema Integrado de Comando e Controle para Grandes Eventos” trará a ótica da proteção digital a um dos assuntos mais comentados no país: a realização da Copa do Mundo de 2014, e das Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016. Essa palestra trará planos que estão sendo desenvolvidos pela Diretoria de Tecnologia da Informação da Secretaria de Segurança em Grandes Eventos do Ministério da Justiça, para garantia da segurança eletrônica nos maiores eventos esportivos do planeta e que ocorrerão no Brasil nos próximos anos.
A IX ICCyber acontece em Brasília, no Royal Tulip Brasília Alvorada, a partir das 9h.